Vasectomia afeta a função sexual masculina?

A vasectomia é um procedimento cirúrgico que impede a mistura de espermatozóides com sêmen. É considerado um método altamente eficaz de controle de natalidade.

Os espermatozóides são produzidos pelos testículos. Normalmente, as células viajam através de ductos chamados de deferentes para se misturar com o fluido seminal. Juntos, esses componentes compõem o sêmen, o fluido que sai da uretra quando um homem ejacula. (Nota: O termo vas deferentia é uma forma plural que se refere a dois ductos – um de cada testículo. O termo singular é vas deferens ou simplesmente vas.)

Uma vasectomia envolve cortar o ducto deferente e amarrar ou queimar cada extremidade. Como resultado, os espermatozóides não têm como se misturar com o fluido seminal porque não conseguem alcançá-lo. Em vez disso, os espermatozóides são absorvidos pelo organismo.

Após a cirurgia, os homens podem precisar esperar uma semana ou duas para que a ferida operatória se recupere antes de retomar a atividade sexual. Os pacientes devem sempre verificar com seu urologista se eles podem se envolver com segurança em atividades sexuais.

Durante o período de recuperação, os homens podem sentir dor e inchaço. Tomar um analgésico ou aplicar gelo na área afetada pode ajudar. Os homens também devem ter cuidado para não pressionar a ferida e evitar levantamentos pesados.

É importante saber que uma vasectomia não é eficaz imediatamente. Leva um tempo para as células espermáticas desaparecerem após o procedimento, então os homens devem usar outra forma de controle de natalidade até que o urologista confirme que têm uma contagem de espermatozóides zero.

Para a maioria dos homens, isso leva cerca de três meses ou 20 ejaculações. Mas, para alguns, leva mais tempo, por isso é sempre melhor consultar um médico.

Fazer uma vasectomia não deve afetar a função ou o desempenho sexual de um homem. A maioria dos homens ainda sente desejo sexual, obtém ereções, ejacula e sente as sensações do orgasmo exatamente como antes. Como o esperma representa apenas uma pequena porção do total de ejaculação, os homens e suas parceiras provavelmente não perceberão uma grande diferença no volume de sêmen.

Alguns homens temem que a realização de uma vasectomia leve à disfunção erétil (DE), mas esse geralmente não é o caso, pois a vasectomia não interfere na função erétil.

 

Fonte Bibliográfica:

International Society for Sexual Medicine

“Can a vasectomy cause erectile dysfunction (ED)?”

Can a vasectomy cause erectile dysfunction (ED)?

Medical News Today

Sobre o autor

Alessandro Rossol

Nenhum comentário.

Comentários