Tratamento da doença de Peyronie com ondas de choque

A doença de Peyronie é uma moléstia adquirida da túnica albugínea que é caracterizada pela formação de placas fibrosas no pênis. Ela pode estar associada com disfunção erétil, dor peniana e dificuldade de penetração do pênis ereto devido à angulação.
Este estudo avaliou a eficácia da terapia com ondas de choque de baixa intensidade em pacientes com doença de Peyronie.
No período de janeiro/2005 a abril/2015, 51 pacientes foram submetidos a tratamento com ondas de choque. O tratamento consistiu em 10 sessões de aplicação de ondas de choque (uma vez por semana durante 10 semanas). Cada sessão consistiu em 500 aplicações numa frequencia de 90 disparos por minuto.
A média de idade dos pacientes foi de 57,8 anos. Placas dorsais eram presentes na maioria dos pacientes, com tamanho médio de 10,2mm e angulação média de 60 graus.
A função erétil dos pacientes neste estudo foi avaliada com o questionário internacional de função erétil IIFE-5.
Resultados
O Tratamento foi indolor para todos os pacientes. Em 5 casos (9,8%) houve aparecimento de pequenos hematomas. Os efeitos do tratamento foram avaliados três meses após o fim da aplicação das ondas de choque.
Melhora objetiva e subjetiva da doença de Peyronie ocorreu em 37 homens (72,6%). A tortuosidade peniana diminuiu em 47% dos pacientes (média de 28,2 graus). O tamanho da placa diminuiu em 19,6% dos pacientes. O questionário dos sintomas da função erétil melhorou em 28,6% dos casos. Todos os pacientes estavam aptos a ter intercurso após o final do tratamento.
Conclusão: o tratamento da doença de peyronie é efetivo e seguro. Melhora a vida sexual destes pacientes. Tem efeito positivo na redução da dor peniana, na função erétil e no estado psicológico dos pacientes. Nos dias de hoje é uma boa opção de tratamento conservador não cirúrgico em pacientes com doença de Peyronie.

Neste vídeo o Dr. Alessandro Rossol explica sobre tratamentos não cirúrgicos da Doença de Peyronie:

Confira o vídeo em que o Dr. Alessandro Rossol explica sobre ondas de choque:

Ainda ficou com dúvidas sobre a ondas de choque? Agende uma consulta e converse com o Dr. Alessandro Rossol.

 

 

Referência Bibliográfica:

P-05-013 Extracorporeal shock wave therapy (ESWT) as a treatment for Peyronie’s disease

The Journal of Sexual Medicine. May 2016Volume 13, Issue 5, Supplement 2, Page S221
M. Broul1, J. Schraml2, P. Skála2, M. Štrbavý2
https://www.jsm.jsexmed.org/article/S1743-6095(16)00667-6/fulltext

Sobre o autor

Alessandro Rossol

Nenhum comentário.

Comentários