Mulheres preferem homens circuncidados, revela estudo do Journal of Sexual Mecicine

As mulheres tendem a preferir pênis circuncidados sobre pênis não-circuncidados, de acordo com um recente artigo de revisão do Jornal de Medicina Sexual, embora os autores tenham reconhecido várias limitações e recomendado novas pesquisas.

Durante séculos, aspectos do pênis, como o tamanho, foram associados à atratividade masculina. A prática da circuncisão masculina – a remoção do prepúcio que cobre a cabeça do pênis – parece ter se originado na África há cerca de 220 mil anos. Atualmente, estima-se que a prevalência global da circuncisão esteja entre 37% e 39%.

No entanto, não ficou claro como as mulheres se sentiam sobre os pênis circuncidados e as razões por trás de suas preferências. Os pesquisadores também queriam saber como as mulheres se sentiam sobre ter seus próprios filhos circuncidados.

Eles revisaram 29 artigos que discutiram a circuncisão em todo o mundo, incluindo América do Norte, Europa, Austrália, Ásia e África (por exemplo, Botsuana, Quênia e Uganda).

Eles descobriram que “na esmagadora maioria” dos estudos, as mulheres preferiam pênis circuncidados.

Em alguns casos, a circuncisão era preferida mesmo se a prática não fosse a norma na localização estudada. Por exemplo, em Botsuana, onde a maioria dos homens não era circuncidada, cerca de metade das 289 mulheres entrevistadas disseram preferir um pênis circuncidado. Vinte e um por cento não tinham preferência, 7% preferiam homens não circuncidados e 22% não tinham certeza. (Os autores observaram que, após uma sessão de informação, 79% das mulheres disseram preferir pênis circuncidados.)

Por que as mulheres preferem parceiros circuncidados? Eles forneceram uma variedade de razões. Para muitos, um pênis circuncidado era mais limpo, mais atraente, “mais agradável de tocar” e cheirava melhor. Algumas mulheres disseram que se sentiam sexualmente mais satisfeitas com um homem circuncidado.

Preocupações com a saúde também impulsionaram as preferências. As mulheres associaram pênis circuncidados com um risco reduzido de infecções sexualmente transmissíveis (DSTs), incluindo o HIV.

As mães tendiam a preferir a circuncisão também para seus filhos, citando tradição, religião, semelhança com outros homens da comunidade, risco reduzido de doenças, melhor higiene e melhor desempenho sexual futuro como fatores importantes.

Os autores reconheceram várias limitações. Nem todas as mulheres envolvidas nos estudos tiveram experiência sexual com os dois tipos de pênis, então nem todos seriam capazes de fazer uma comparação. Além disso, a cultura e o status socioeconômico podem afetar a forma como as mulheres veem a circuncisão.

Os autores recomendaram novas pesquisas, especialmente no contexto de relacionamentos de longo prazo versus encontros sexuais ocasionais.

“É importante ressaltar que a preferência de uma mulher por um parceiro circuncidado é mais do que simplesmente uma preferência sociocultural, como pode ser aplicada a orelhas furadas, dado o risco reduzido de ISTs e doenças para mulheres com parceiros circuncidados masculinos”, concluíram.

 

 

Fonte Bibliográfica:

Study Finds that Some Women Prefer Circumcised Penises

The Journal of Sexual Medicine

Morris, Brian J., DSc, PhD, et al.

“Sex and Male Circumcision: Women’s Preferences Across Different Cultures and Countries: A Systematic Review”

(Full-text. Published online: April 25, 2019)

https://www.smoa.jsexmed.org/article/S2050-1161(19)30031-5/fulltext

 

Sobre o autor

Alessandro Rossol

Nenhum comentário.

Comentários