Disfunção erétil e implantação de prótese peniana após excisão parcial da placa e enxerto para doença de Peyronie

A intervenção cirúrgica é indicada em alguns homens com doença de Peyronie (DP) grave. A excisão (retirada) parcial da placa (ou incisão) e enxerto (PEG) tem um risco conhecido de disfunção erétil (DE) nova ou piorada. No entanto, faltam evidências para caracterizar o quão grave é sua DE e quantos, em última análise, requerem o implante de prótese peniana inflável (IPP).

Objetivo
Identificamos preditores de medicamentos novos / aumentados para DE, implantação de IPP e alterações sensoriais penianas além de 6 meses em homens que se submeteram a PEG para DP.

Métodos
Identificamos os pacientes submetidos a PEG de 2007/ 2018 por código de procedimento e diagnóstico. As características basais foram registradas, incluindo idade, comorbidades, índice internacional de função erétil (IIEF) -5, medicamentos para disfunção erétil, comprimento peniano alongado (NPS) e características de deformidade peniana. Avaliamos os preditores de recomendação para IPP, medicamentos novos / aumentados para DE e mudanças sensoriais subjetivas do pênis além de 6 meses. Satisfação com retidão peniana e mudança no NPS foram observadas.

Resultados
269 pacientes foram submetidos a incisao da plaaca  dee Peyronie e enxerto PEG com IIEF-5 médio de 16,0 (DP 8,8) e curvatura composta de 80,2 ° (DP 26,8). Os pacientes tiveram aumento médio do NPS de 1,0 cm (DP 1,5) e 88,0% (66/75) ficaram satisfeitos com a retidão peniana. 7,1% (19/269) foram finalmente recomendados IPP. Entre os pacientes com dados completos e ≥6 meses de acompanhamento, 56,5% (52/92) tiveram EDM novo / aumentado e 9,1% (7/77) experimentaram alterações sensoriais (acompanhamento médio de 10,4 meses; intervalo: 6,1-37,1). Na análise multivariada, tabagismo ativo previu recomendação para IPP (p = 0,04). Além disso, maior grau de curvatura composta previu EDM novo / aumentado (p <0,05) e maior tamanho de enxerto previu alterações sensoriais (p = 0,02).

Conclusões
A incisao da placa é um tratamento eficaz para Doenca de Peyronie PEG com baixas taxas de déficits sensoriais. Muitos pacientes requerem medicamento para disfuncao eretil nova ou aumentada, mas poucos requerem Implante de protese penianaIPP. Nosso algoritmo cirúrgico existente continua a ser um guia de tratamento eficaz.

 

Fonte Bibliografica:

Erectile Dysfunction and Penile Prosthesis Implantation After Partial Plaque Excision and Grafting for Peyronie’s Disease
VOLUME 18, ISSUE 3, SUPPLEMENT 1, S26, MARCH 01, 2021

https://www.jsm.jsexmed.org/article/S1743-6095(21)00120-X/fulltext

Sobre o autor

Alessandro Rossol

Nenhum comentário.

Comentários